Mundo

Peru isola praias após vazamento de petróleo atribuído a fortes ondas decorrentes do tsunami em Tonga

Por Redação Mega News CV

18/01/2022 às 10:07:31 - Atualizado há
Segundo as autoridades peruanas, cerca de três quilômetros da costa foram afetados; empresa que causou o vazamento pode receber uma multa de US$ 34,5 milhões. Peru isola praias após vazamento de petróleo atribuído a fortes ondas de tsunami em Tonga

O governo do Peru decidiu isolar três praias após um vazamento de petróleo atribuído às fortes ondas registradas após o tsunami em Tonga, anunciou na segunda-feira (17) o Ministério do Meio Ambiente.

"Há um dano grave à biodiversidade, que, inclusive, pode incidir na saúde humana, e ordenou-se que essa área seja isolada para todo tipo de atividade", informou o ministro Rubén Ramírez.

"Estamos preocupados, porque já são três praias prejudicadas, chegando, aproximadamente, a três quilômetros de contaminação", disse Ramírez após verificar os danos ambientais.

LEIA TAMBÉM:

Duas mulheres morrem afogadas no Peru por conta de fortes ondas decorrentes da erupção em Tonga

Imagens de satélite mostram destruição causada por vulcão em Tonga; veja antes e depois

Sobe para 5 o número de mortos após erupção de vulcão em Tonga

Segundo o ministério, a empresa que causou o vazamento pode receber uma multa de US$ 34,5 milhões (cerca de R$ 191 milhões).

O acidente, já controlado, ocorreu no último sábado (15), nas praias da província peruana de Callao, informou o Centro Nacional de Operações de Emergência (Coen).

A Refinaria La Pampilla, da espanhola Repsol, informou no domingo (16) um "vazamento limitado" de petróleo no mar durante o processo de descarga de um petroleiro.

Imagem aérea mostra praia coberta com óleo na costa do Peru em 17 de janeiro de 2022

Cris BOURONCLE / AFP

"Informamos um derramamento de óleo na província de Callao, durante o processo de descarga de petróleo bruto do navio Mare Doricum, já está sob controle", reportou o Coen em nota.

A Refinaria explicou que seus protocolos de segurança foram aplicados no momento do vazamento e suas brigadas conseguiram controlar "o incidente" no mesmo dia.

Sem informar a quantidade de petróleo derramado, a empresa disse que o controle e limpeza do petróleo bruto da costa continua em coordenação com as autoridades locais.

Trabalhadores avaliam área coberta com óleo em praia do Peru em foto de 17 de janeiro de 2022

Cris BOURONCLE / AFP

O Ministério do Meio Ambiente passou a monitorar os danos ecológicos nas praias. Enquanto isso, as autoridades locais fecharam três praias na tarde de domingo e evacuaram os banhistas.

"Terrível derramamento de óleo no mar de Ventanilla que ameaça nosso ecossistema", disse à imprensa o prefeito de Ventanilla, Pedro Spadaro.

Imagens de satélite mostram erupção de vulcão submarino em Tonga

Mortes no Peru

Duas mulheres morreram afogadas no norte do Peru após ondas grandes que resultaram na erupção de um vulcão submarino em Tonga, informaram as autoridades locais neste domingo (16).

Alertas de tsunamis foram emitidos em diversos países do Pacífico, incluindo Peru, Estados Unidos, Chile e Japão, no sábado (15).

As mortes aconteceram na praia de Naylamp, na região de Lambayeque. Desde sábado (15) mais de 20 portos no Peru foram totalmente fechados.

"Lamentamos a morte de duas pessoas, encontradas por membros da polícia de San Martin na praia de Naylamp, quando as ondas estavam anormais", escreveram em nota as autoridades peruanas, que reforçaram que a praia havia sido declarada como "imprópria para banhistas".
Fonte: G1
Comunicar erro
Mega News Campo Verde

© 2022 Copyright @ Meganewscv Todos os direitos reservados.
Rua Santos, n. 1.724 - Campo Real II - Campo Verde - MT

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Mega News Campo Verde